:: Outros autores

Odiario

O caminho da fome

Gustavo Noronha*    20.Sep.17

«…o ajuste liberal introduzido por Dilma e Levy em 2015 já comprometiam significativamente o orçamento das políticas públicas voltadas para o campo e a floresta, os números do fanatismo ultraliberal do atual governo mostram o trailer de um filme de terror».

Odiario
Odiario

Falsa questão

João Ramos de Almeida*    17.Sep.17

«Defender, pois, uma atomização da negociação laboral representa, sim, um desequilíbrio brutal na relação já de si desequilibrada entre o lado empresarial e o dos trabalhadores, que terá expectáveis consequências sociais gravosas, fruto de um esmagamento das remunerações e condições de trabalho, fortemente pressionados por um nível elevado de desemprego. Baixas remunerações aumentam a emigração jovem, que aumenta o envelhecimento da população, que desequilibra as contas públicas»…

Odiario
Odiario

A dissertação de EVO sobre a verdade

Carlos A. Villalba*    15.Sep.17

“Só entre o ano de 1503 e 1660 chegaram a S. Lucas de Barrameda 185 mil kilos de ouro e 16 milhões de kilos de prata provenientes da América». Que «devem ser considerados como o primeiro de muitos outros empréstimos amigáveis da América, destinados ao desenvolvimento da Europa”.

Odiario
Odiario

Cristiano Ronaldo, a mulher não é uma fábrica

Kajsa Ekis Ekmans*    14.Sep.17

O texto que hoje publicamos é uma justa e fortíssima denúncia das barrigas de aluguer, que começa na coisificação da mulher em máquina de fazer crianças e acaba na violação dos mais elementares direitos da criança.
Normalmente, fala-se deste contrato de compra e venda «como um modo de ter filhos e não como uma maneira de os perder» quando é isso que na realidade acontece.

Odiario
Odiario

A Revolução também foi Feminista

Flávia Biroli*    13.Sep.17

«As confluências entre o horizonte socialista das transformações e a busca da emancipação das mulheres, neles presentes, ainda servem para lembrar eventuais desavisados que revoluções engajam mulheres e homens e que transformações sociais profundas não existem sem que se coloque em xeque a conformação de diferentes dimensões da vida».

Odiario
Odiario

Dez anos depois do começo da grande recessão

Michael Roberts*    12.Sep.17

Dez anos depois do rebentar da crise que originou a Grande Depressão em que ainda estamos mergulhados, acumulam-se indícios de a tímida recuperação que se verifica, dará lugar, mais cedo que tarde, a um novo período depressivo.

Odiario
Odiario

Altice - Tudo bons rapazes

O Tornado*    11.Sep.17

Com 16 anos de vida, o conglomerado de empresas e dívidas que dá pelo nome de Altice, entrou em Portugal apadrinhada pelo ex-ministro Pires de Lima (os bons espíritos sempre se encontram…) em 2012, com um daqueles negócios apenas ao alcance dos prestidigitadores de dinheiro.
Os 5 anos da Altice em Portugal são uma pequena antecipação da barbárie a que estas e outras personificações do capital nos pretendem conduzir.

Odiario