Uma mentira: a China detém milhões de uigures

Ajit Singh    30.Jul.20    Outros autores

As alegações segundo as quais a China deteve milhões de muçulmanos uigures são em grande parte baseadas em dois estudos. Um exame mais aprofundado desses documentos revela o apoio do governo dos EUA, metodologias absurdas e de má qualidade e um investigador evangélico fundamentalista chamado Adrian Zenz. Uma cruzada na nova Guerra Fria cuja argumentação tem um cunho medieval.

Ler texto completo [PDF]

Gostaste do que leste?

Divulga o endereço deste texto e o de odiario.info entre os teus amigos e conhecidos