Autor: “Jorge Cadima”

Odiario

Perigosamente podre*

Jorge Cadima    12.Mar.21    Outros autores

O capitalismo enquanto sistema atingiu os seus limites. Em vez de criar, destrói. Entrou em autofagia, na tentativa de obter lucros que escasseiam na actividade produtiva. O apagão no Texas, em meados de Fevereiro, é disso elucidativo, a tragédia de uns é o lucro de outros: «o Bank of America lucrou centenas de milhões de dólares em receitas de negócios quando o sistema eléctrico do Texas foi abaixo […] ilustrando as vantagens para Wall Street do caos que deixou partes do Estado sem luz e aquecimento». A Bloomberg (5.3.21) estima que a Goldman Sachs e o Morgan Stanley irão também lucrar mais de 200 milhões de dólares cada.

Odiario
Odiario

O vaci-negócio*

Jorge Cadima    05.Feb.21    Outros autores

A balbúrdia das vacinas COVID aumenta de dia para dia, com destaque para a UE. Nela, tudo o que não é incompetência é corrupção, próprias de um capitalismo que, na sua fase actual, tem pouca necessidade de ocultar a sua verdadeira face. As grandes empresas farmacêuticas privadas ganham em todos os tabuleiros: receberam milhões de dinheiros públicos para desenvolver as vacinas, cobram ainda mais milhões para as vender a quem pagar mais. A morte de milhões de seres humanos nem sequer entra nas contas.

Odiario
Odiario

EUA: decadência e eleições

Jorge Cadima    21.Ene.21    Outros autores

A tomada de posse de Biden é acompanhada de uma larga tentativa de semear ilusões. Os EUA precisam de recompor a imagem deixada pela administração Trump. O problema que têm é que essa imagem, antes de ser a de uma administração, era a de uma potência tentando reagir ao espectro da sua própria decadência. Que comporta cada vez mais perigos, que a presidência de Biden poderá ainda ampliar.

Odiario
Odiario

Lucros COVID*

Jorge Cadima    04.Ene.21    Outros autores

Com a pandemia, os 2189 bilionários do planeta elevaram «as suas já enormes fortunas para um nível recorde de 10,2 triliões [10.200.000.000.000] de dólares», mais do dobro do PIB do Japão. Em contrapartida, não há ricas potências capitalistas entre os 25% de países com menos mortes per capita. Mas estão lá a China, com 3,32 mortos por milhão de habitantes (500 vezes menos que a Bélgica), o Vietname (35 mortes, 0,36 por milhão) e o Laos (zero mortes!). Para os governos ao serviço do grande capital, a saúde é um negócio lucrativo e não um serviço público.

Odiario
Odiario

AKK vai à guerra*

Jorge Cadima    27.Nov.20    Outros autores

Para os patetas que achavam que o agravamento das tensões internacionais melhoraria com a saída de Trump, o recente discurso da ministra da defesa da Alemanha deveria ser elucidativo. O “ocidente” capitalista há muito que retomou o partido da guerra. Que este discurso provenha da Alemanha, que por duas vezes no século XX levou o país e a Humanidade à tragédia, é ainda mais esclarecedor.

Odiario
Odiario

Decadência perigosa*

Jorge Cadima    06.Nov.20    Outros autores

Quando este artigo foi escrito ainda não era conhecido o resultado das eleições nos EUA. Todavia, qualquer que fosse o presidente eleito, quaisquer que fossem as maiorias no congresso e no senado, nada de novo haveria a esperar. Os eleitos são gente do mesmo sistema, e certamente não será detida a decadência da maior potência capitalista actual. Decadência que vem de longe, e cuja agressiva agudização configura graves ameaças para a humanidade.

Odiario
Odiario

Trump e UE*

Jorge Cadima    24.Oct.20    Outros autores

O directório que manda na UE finge por vezes pretender ter uma política externa autónoma. Mas a realidade é que não passa de um servil vassalo do imperialismo EUA. Participou e participa na destruição e ocupação de países soberanos, participa agora na escalada de provocações contra a Rússia e a China. Uma escalada que pode conduzir o mundo a uma tragédia sem precedentes.

Odiario